terça-feira, 19 de agosto de 2008

metáforas em mim

quando amanhece,
eu já transpus todas as madrugadas,
e todos os sonhos adormecidos em mim.

quanto entardece,
eu já senti o descambar morno
de mais um dia extraviado em mim.

quando anoitece,
eu sei que vou para o povoado
dos rabiscos e das metáforas em mim.

A escapulir-me nas manhãs,
nas tardes
e nas noites,
eu desembaraço os riscos das metáforas dispersos em mim….
.
Foto:W-D