terça-feira, 4 de maio de 2021

As Mães

 

As mães são fadas silenciosas,
sem varinha de condão,
que circulam pela casa a tentar proteger tudo e todos,
de todos os males,
e para que nada falte e tudo se mantenha em harmonia,
as mães não deviam morrer,
deviam ser sempre fadas prontas a nos proteger de todos os perigos.

A minha mãe era uma fada,
com uma cara bonita e macia como seda,
que mais parecia uma boneca de porcelana,
era tão frágil, mas muito sensível e astuta,
que também sabia ser dura e enérgica,
quando a circunstância assim o exigia.

A mãe partiu numa noite aprazível,
sem se despedir, sem um queixume, sem mágoa,
foi silenciosa como um anjo.
Apenas partiu num sono leve,
e deixou-nos o saber, e uma saudade que prevalece,
para todo o sempre.

Autor: ©Piedade Araújo Sol 2021-05-02
Imagem : Gustav Klimt

Etiquetas: , ,

17 Comentários:

Blogger " R y k @ r d o " disse...

Poema lindíssimo que me fascinou ler. A tela é simplesmente encantadora
A minha partiu em 25 de Fevereiro último. Maldito sejas covid. Adormeceu e num silêncio dos Anjos, partiu para o reino dos céus. Eterna saudade. ( desabafo)
.
Cumprimentos poéticos
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

terça-feira, 04 maio, 2021  
Blogger São disse...

Adoro Klimt!

Do texto , como sempre, gostei imenso.

Agradeço muito a visita , que me deixou muito feliz !


Beijinho, tudo de bom :)

terça-feira, 04 maio, 2021  
Blogger Micaela Santos disse...

Que lindo poema!
Muito bem dedicado!
As mães sao mesmo fadas, também disse isso para mim e fiz uma fada dias antes.

Beijinhos!

terça-feira, 04 maio, 2021  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Parabéns pelo poema...Sublime! :)
.
Não quero ficar neste panorama...
.
Beijos e um dia feliz

terça-feira, 04 maio, 2021  
Blogger Fê blue bird disse...

Piedade,
"As mães não deviam morrer."

Uma doce e comovente homenagem. Uma saudade
constante, que o tempo não ameniza.

Um abraço muito apertado minha amiga.



terça-feira, 04 maio, 2021  
Blogger Porventura escrevo disse...

Também vivo numa saudade semelhante de quem me deu a vida
Já lá vão tantos anos
Poema comovente

terça-feira, 04 maio, 2021  
Blogger Marta Vinhais disse...

A Mãe é simplesmente a Mãe... um porto de abrigo, aconselha, ralha, mas defende-nos até à morte.
E, sim deixa-nos uma saudade tão grande...
Uma bela homenagem...
Beijos e abraços
Marta

quarta-feira, 05 maio, 2021  
Blogger Maria disse...

Nossa senhora de Lourdes,interceder por mim e pela minha família,cubra nós com seu manto sagrado,desde já eu agradeço em nome do pai do filho e do espírito santo amém 🙏

quarta-feira, 05 maio, 2021  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde Piedade,
Um poema sublime em que a ternura e a saudade se unem numa belíssima homenagem à Mãe.
"As mães não deviam morrer". Elas continuam a ser mães para todo o sempre. São indissociáveis de seus filhos.
Adorei a imagem de Klimt.
Com um grande beijinho.
Ailime

quarta-feira, 05 maio, 2021  
Blogger teresadias disse...

Poema dolorido, belo e emotivo, homenagem a uma mãe estrelinha que brilha no céu.
Piedade, também sei que essa saudade só aumenta.
Beijo, muita saúde.

quinta-feira, 06 maio, 2021  
Blogger Jaime Portela disse...

Uma bela homenagem à sua mãe num poema que é excelente.
Bom fim de semana, amiga Piedade.
Beijo.

sexta-feira, 07 maio, 2021  
Blogger Megy Maia disse...

Boa noite, minha querida Piedade!
Uma homenagem tão ternurenta à sua mãe!
Um beijinho no seu coração!
Megy Maia🌺😊🌺

sexta-feira, 07 maio, 2021  
Blogger Maria João Brito de Sousa disse...

Um poema tão suave que quase, quase faz eclipsar a dor da perda, Piedade!

Um beijo

domingo, 09 maio, 2021  
Blogger Graça Pires disse...

Que poema tão cheio de sensibilidade e amor!
A falta de uma mãe é uma perda irremediável, embora ela permanece sempre no coração de quem a amou.
Uma boa semana com muita saúde, minha Amiga Piedade.
Um beijo.

segunda-feira, 10 maio, 2021  
Blogger Agostinho disse...

"As mães são fadas silenciosas"
No seu silêncio cabe um mundo inteiro
De afectos em permutação
O poema é a prova disso mesmo
pois das mãos que reservam às mãos
que recebem passam tesouros
a fazer a eternidade

Muito bonito, Amiga Piedade.

terça-feira, 11 maio, 2021  
Blogger AC disse...

As mães têm toda essa dimensão, sem dúvida. E quão bem a descreveste!

Um beijinho :)

quarta-feira, 12 maio, 2021  
Blogger Parapeito disse...

Que poema tão cheio de tanto!!
Tanto tanto amor e carinho
Adorei
brisas doces para esse lado *

quinta-feira, 27 maio, 2021  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial