terça-feira, 13 de abril de 2021

Ao vento


Às vezes gosto do vento
sei que com ele transporta sementes
de outros países
que se colam ao solo e daí
germinam novas plantas a até frutos.

Por vezes as minhas ideias ficam claras
ao sabor do vento e eu vou a andar
a saborear o que a memória me traz
em golpes de amor
ou raiva ou apenas memórias.


O vento e a chuva não combinam
é como um caos que se instala em mim
e vou febril amachucando o que me faz mossa
e agarrando o vento
fecho os olhos e voo na minha alucinação.

©Piedade Araújo Sol 2021-04-12
Imagem : katerina plotnikova

Etiquetas: ,

31 Comentários:

Blogger Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito bonito.
Também gosto do vento e da chuva.
Bj e saúde.
😉
Olhar D'Ouro - bLoG
Olhar D'Ouro - fAcEbOOk
Olhar D'Ouro – yOutUbE * Visitem & subscrevam

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Maria João Brito de Sousa disse...

Belo poema, Piedade!

Um beijo

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Agostinho disse...

Uma Poeta não gosta de chuva ​
São lágrimas de tormenta?
Aí,nem a gabardina salva

Gosto do tom encontrado
Beijo, Amiga Piedade.

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Que fascínio de poema!! :))
*
Olho convicta da graça que acolho...
*
Beijos, e um excelente dia!

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde Piedade,
O vento por vezes traz tribulação e também não aprecio. Já a chuva serena-me.
Um poema belíssimo!
Um beijinho, Poeta.
Ailime

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger A Paixão da Isa disse...

que bonito chuva e vento por vezes é bom adorei bravo bjs e obrigada pela vesita no meu cantinho gostava de seguir mas nao estou a ver os seguidores que pena bjs

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Gaby Soncini disse...

Que saudade Piedade de ler seus versos, lhe vi no blog da Graça e logo vim aqui, respirei esse vento e esse voar.

Abraços!
Gaby.

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Fê blue bird disse...

A imagem é muito bela, como belo é teu poema, que revela a tua alma sensível, ao sabor do vento .
Um beijinho Piedade, desejo-te amiga, uma feliz semana .

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger " R y k @ r d o " disse...

Poema e imagem lindíssimos. O vento como mote a dar origem a um poema fascinante. Gostei muito de ler..
.
Abraço poético.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Roselia Bezerra disse...

Boa tarde de paz, querida amiga Piedade!
"Eu vou a andar
a saborear o que a memória me traz
em golpes de amor".
Golpes de Amor nos acompanham a vida toda, uns suavezinhos, outros, arrebatadores.
Muita linda poesia com uma leveza nós versos como a imagem sugere.
Tenha dias abençoados e protegidos do mal.
Beijinhos carinhosos e fraternos

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Marta Vinhais disse...

O vento pode ser atrevido e às vezes, leva nos a lugares inesquecíveis. Nesses dias, até podemos trepar ao topo do mundo. Beijos e abraços Marta

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger manuela barroso disse...

Nem sempre o vento traz sementes de paz . Mas que fazer se é o vento e a chuva que as empurra para a vida?
E nós, sempre a acomodar - nos aos sabores da maré!
Uma linda e espontânea poesia!
Um beijinho 🌻

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Porventura escrevo disse...

O vento da me ideias para criar e tentar fugir à rotina
Gosto dele. Sempre gostei
😊

terça-feira, 13 abril, 2021  
Blogger Rogério G.V. Pereira disse...

Falas de caos
eu falo de ratos
de cidades
e do meu avô

Um dia destes fala-me de teus velhos... em versos

Ouviste meu conto?

quarta-feira, 14 abril, 2021  
Blogger Alice Alquimia disse...

Uma maravilhosa poesia.

quarta-feira, 14 abril, 2021  
Blogger Mar Arável disse...

é preciso ouvir o vento
Sopro-te e voo

quarta-feira, 14 abril, 2021  
Blogger teresadias disse...

Bela imagem, versos plenos de sensibilidade poética.
Vento e chuva... dificilmente me tiram de casa.
Beijo.

quarta-feira, 14 abril, 2021  
Blogger Mi nombre es Mucha disse...

maravilloso blog me ha encantado encontrarte

quarta-feira, 14 abril, 2021  
Blogger José Carlos Sant Anna disse...

Gosto dessa canção do vento, Piedade. Se voce deixasse eu a adotaria para a minha vida, tal com um dia fez Manuel Bandeira. Nela sentimos farfalhar das folhas, o cheiro dos frutos e o pulsar da vida. Um belo texto poético.
Um abraço, Piedade!

quinta-feira, 15 abril, 2021  
Blogger Pedro Luso disse...

Olá, Piedade, penso que o vento é forte inspiração para os poetas. Também penso que a chuva corta o voo livre do vento.
Parabéns.
Um bom final de semana.
Beijo.

(obs: esse meu blog, Piedade, foi criado em 2006 e estavam com os comentários fechados, que os abri).

quinta-feira, 15 abril, 2021  
Blogger vieira calado disse...

Olá, amiga!

O vento deve ser uma das palavras que mais uso na minha poesia...

Gostei do que li.

Bem haja!

sexta-feira, 16 abril, 2021  
Blogger Jaime Portela disse...

Vento e chuva é pior tempo que pode haver, principalmente quando se junta o frio...
Magnífico poema, gostei.
Bom fim de semana, querida amiga Piedade.
Beijo.

sexta-feira, 16 abril, 2021  
Blogger Manuel Veiga disse...

"os ventos me fizeram... "
diz um poeta meu conhecido.

gostei muito do poema.
beijo

sexta-feira, 16 abril, 2021  
Blogger Juvenal Nunes disse...

O texto fala de vento e chuva, mas o que se nota é que há nos seus cabelos o efeito do mais resplandecente sol, o qual a Piedade já é.
Abraço primaveril.
Juvenal Nunes

sábado, 17 abril, 2021  
Blogger Rajani Rehana disse...

Beautiful blog

sábado, 17 abril, 2021  
Blogger Meulen disse...

Por mi tierra mucho viento
No siempre es amigable.

Linda semana

sábado, 17 abril, 2021  
Blogger (CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

E voa lindamente com ele. Sempre inspirada. Parabéns.

domingo, 18 abril, 2021  
Blogger Sementes Preciosas disse...

Vento e chuva , sentires da Natureza assim como lágrimas e fúria no ser humano. Lindo poema. Gostei muito.
Beijinhos

segunda-feira, 19 abril, 2021  
Blogger Graça Pires disse...

Soltar ao vento cada angústia que nos fere o pensamento. Um poema muito belo, minha Amiga Piedade.
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

segunda-feira, 19 abril, 2021  
Blogger Ana Tapadas disse...

O vento, perturbador e necessário...belíssimo poema em que se oferece o ser ao ritmo da Natureza.
Beijo

terça-feira, 20 abril, 2021  
Blogger AC disse...

Chuva e vento também não combinam para mim, Piedade. É o caos.
Na essência, sempre bem. E isso agrada-me.

Um beijinho :)

terça-feira, 27 abril, 2021  

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial