terça-feira, 26 de maio de 2020

Há pássaros



  pássaros que acordam em mim,
e muitas vezes eu voo nas asas deles,
num voo sincronizado e esbelto.

Com seu gorjear e seu adejar ,
sem máscaras nem amarras,
ando a deliciar-me com os azuis.

E voamos ao gosto do vento,
meus cabelos longos e desgrenhados ,
ficam  ornamentados com flocos de nuvens .

(Eu) Leve
Suspensa
Descontraída

E quando o sol aquece os telhados quietos,
das casas que embelezam a cidade,
eu sei que é tempo de retornar.

Há pássaros  a acordar em mim,
em dias e em algumas manhãs,
num jogo,que eu não sei descodificar.

©Piedade Araújo Sol 2020-05-25
Imagem: Brooke Shaden

Etiquetas: ,

26 Comentários:

Blogger Rogério G.V. Pereira disse...

No outro dia
dei comigo
a falar com um melro

falo com pássaros
e os pássaros falam comigo

um dia tenta

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Marta Vinhais disse...

Vontade de respirar profundamente e esquecer as mágoas...
E deixar que tudo aconteça.... e desejar que seja tão simples como voar com o Vento...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Vall Nunnes disse...

Sol,eu tenho muitos pássaros acordando em mim...que insistem em voar e me levam durante o vôo e mostram-me um mundo sem ilusões.
Regado a canções,em todas as estações.
Xeru minha linda

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger " R y k @ r d o " disse...

Pura sedução poeticamente falando
.
Cumprimentos

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Majo Dutra disse...

Voar, cortar ventos, dominar espaços, alcançar vastos horixontes
é uma sonho muito humano, muito antigo...

Foi um prazer ler este poema que conta dos pássaros que há em nós...
Por vezes, feridos...

Boa semana, Poetisa... Dias confortáveis.
Beijinhos
~~~~~

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Marco Luijken disse...

Hello,
What a very nice words. Wonderful.

Greetings, Marco

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Agostinho disse...

Tão bonito o teu poema, Piedade Sol.
"há pássaros que acordam em mim"
E por magia o eu pássaro.

Basta um pequeno impulso
de braços abertos de querer
E o calor e o vento ajudam
a desmaterializar o ser
grave que somos a libertar
da gravidade que nos aprisiona
Basta querer voar sonhar

Beijo, Amiga.

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Fantástico poema, como sempre!
Adoro a musica! :)
Beijo e uma boa tarde!:)

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Mar Arável disse...

Há pássaros que não dormem
Bj

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde Piedade,
Tão belo este poema.
«Há pássaros a acordar em mim».
Que sejamos livres como eles.
Um beijinho.
Ailimne

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Gracita disse...

Olá Piedade
Assim como os pássaros queremos a nossa liberdade. Vamos aguardais que os nossos pássaros interiores possam enfim voar
Beijinhos e uma linda semana

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger José maria disse...

Hola Piedad , bonito poema,felicidades por tu blog, feliz tarde, un abrazo.

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Toninho disse...

Lindo Sol.
Somos pássaros na louca insubmissa vontade de voar.
Um luxo seu poema.
Beijo

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Diná Fernandes disse...

Que maravilha riscar os céus com as velozes asas de pássaros, também tenho esse desejo. Lindo e soberbo poema.

Boa noite de paz.

terça-feira, 26 maio, 2020  
Blogger Ane disse...

Piedade,fiquei aqui imaginando...voando como um pássaro por este mar imenso...é uma sensação de leveza e liberdade...
😊💋

quarta-feira, 27 maio, 2020  
Blogger Fá menor disse...


Pois voe sempre nas asas dos pássaros!
O que importa é voar!

Beijinhos.

quarta-feira, 27 maio, 2020  
Blogger José Carlos Sant Anna disse...

Posso ver-te, pássaro, sobre o meu céu
em exílio voluntário no pulsar deste momento,
mas convergem os ventos da esperança dos longes ainda ignotos!
Beijinhos,

quarta-feira, 27 maio, 2020  
Blogger Jaime Portela disse...

E como andamos precisados de voar...
Belíssimo poema, gostei muito.
Piedade, continuação de boa semana.
Beijo.

quinta-feira, 28 maio, 2020  
Blogger Juvenal Nunes disse...

«Há pássaros a acordar em mim,...» , talvez um desejo de infrene liberdade...
Saudações poéticas.
Juvenal Nunes

quinta-feira, 28 maio, 2020  
Blogger Manuel Veiga disse...

que belo perfume a Primavera!
e gorjeios para todos os gostos

poema encantador

beijo

sexta-feira, 29 maio, 2020  
Blogger Elvira Carvalho disse...

Que os pássaros continuem a acordar em si a poesia e o talento com que a vida a dotou.
Abraço, saúde e bom domingo

domingo, 31 maio, 2020  
Blogger Graça Pires disse...

Voas com o vento. Com os pássaros. Bem alto até que desapareça a tua sombra… Tão belo, o poema, minha Amiga Piedade.
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

segunda-feira, 01 junho, 2020  
Blogger AC disse...

Há uma parte de nós que ansiará sempre pelo voo. Nunca perca essa capacidade, Piedade.
Poema inspirador, como sempre.

Um beijinho :)

segunda-feira, 01 junho, 2020  
Blogger A Casa Madeira disse...

Pássaros tão frágeis e ao mesmo tempo fortes.
Boa entrada de mês de junho.

segunda-feira, 01 junho, 2020  
Blogger Carimbo Dá Sorte disse...

Achei muito interessante atualmente esta sua postagens. Parabéns!
Vale cap

terça-feira, 02 junho, 2020  
Blogger Menina Marota disse...

Que bela metáfora.

Adorei o teu poema e do que ele representa.
Um dia irás descodificar...

Beijo

sábado, 13 junho, 2020  

Publicar um comentário

Subscrever Enviar feedback [Atom]

<< Página inicial