terça-feira, 20 de março de 2018

não era ainda o tempo

norvz austria
Para Graça Pires
não era ainda o tempo
a noite gerará um novo dia
para que consigas
pousar os teus lábios no poema.

e sabes que é como uma nascente
que quando nasce brota água
a diferença é que não será água
mas apenas letras que encalham no papel.

talvez nem sempre tenham o esplendor de uma
alvorada incandescente
mas nem sempre tudo será rubro
alucinado de fogo em ascensão.

pode surgir do nada,
e a tua alma limpará as janelas sombrias
e as abrigará de novo dando guarida
ao novo cantar dos pássaros.

nascerá em  toda a ternura tresmalhada
e na inquietação em desordenação
que se prenderá nos relógios
do tempo e do poema.

©Piedade Araújo Sol 2015-03-20 (reeditado)

18 Comentários:

Blogger LuísM Castanheira disse...

Olá, Piedade
Bom dia, Amiga!
O seu poema reeditado é muito belo e sensível, como bela é a homenageada: a Graça.
Fico só um pouco intrigado, pois as datas de publicação, coincidem: 20 de março. Será que ela faz hoje anos?
Espero que esteja tudo bem, com ela e consigo. Estou a estranhar o facto de, esta semana, ela ainda não ter publicado nada. O que não é normal.
Um beijo.

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Luís
faz precisamente hoje 3 anos que o escrevi e achei por bem reeditar.
só por isso.
a Graça está bem...
obrigada pela visita!
:)

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Graça Pires disse...

Piedade, minha querida Amiga, estou muito sensibilizada por reeditar um poema que me dedica. É magnífico! Tudo o que o poema diz me toca profundamente. Liga-nos a descoberta de uma afinidade interior que se chama Poesia.
Por isso sabemos que o tempo do poema é tão breve e, com ele, o espanto nos cerca o olhar e os sonhos quando as palavras e os silêncios nos estremecem na voz.
Muito obrigada pelo carinho.
Um beijo.

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Larissa Santos disse...

Bom dia. Muito bonito, linda homenagem à Graça Pires. :))

Hoje:- Desejo-te, como desejo as flores na Primavera

Bjos
Votos de uma boa Terça Feira.

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Marta Vinhais disse...

O poema que se espalha por nós...
Uma bela homenagem à Graça Pires...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Pedro Luso disse...

Olá, Piedade!
Um poema sensível e envolvente. Gostei muito.
Beijo.
Pedro

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Muito bom!!

Beijo e um dia Feliz

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Profª Lourdes Duarte disse...

Amiga, embora não tenha sido oficialmente legalizado, o dia 20 de março, desde 2004 que comemora-se como sendo o dia do Blogueiro ou da blogueira.
Como gosto de comemorar dadas em especial aquelas que acho bem merecidas, hoje, vim aqui parabenizar você por ser essa profissional da blogsfera competente, criativa e que com muita responsabilidade mantem o seu blog.
Parabéns por ser essa blogueira maravilhosa que nos encanta com suas postagens.
Abraços da amiga Lourdes.

Tem postagem e tem selinhos comemorativos nos meus blogs.

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Elvira Carvalho disse...

De uma poetisa para outra uma bonita homenagem,sinal de amizade e admiração.
Abraço

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger Agostinho disse...

Neste dia um raio de Sol
iluminou o passado não passado
e a poesia fez-se de Graça
No preciso momento do tempo
a água, o fogo: o corpo do poema.


Bj, para as Duas Poeta(isa)s,

terça-feira, 20 março, 2018  
Blogger alp disse...

..el tiempo...cómo pasa...un saludo desde Murcia...el martes me voy a Lisboa,,,

quarta-feira, 21 março, 2018  
Blogger Gil António disse...

Sedutor e fascinante a sua forma de escrever poesia. Delicio-me a ler.
.
* Poema em letras virgens e palavras nunca Escritas. *
.
Deixando um abraço

quarta-feira, 21 março, 2018  
Blogger Rita Freitas disse...

Um feliz dia da poesia, com muitas palavras cheias de beleza.
Beijinhos

quarta-feira, 21 março, 2018  
Blogger Mar Arável disse...

Sem poesia nem os desertos
Bj

quarta-feira, 21 março, 2018  
Blogger Jaime Portela disse...

E a nascente poética da Graça é pura e interminável.
Uma excelente e bela homenagem a uma das poetas que mais admiro na blogosfera.
Continuação de boa semana, amiga Piedade.
Um abraço.

quinta-feira, 22 março, 2018  
Blogger Teresa Almeida disse...

Reconheço que a Graça merece esta homenagem. É que nos proporciona momentos de grande elevação. Cria e recria a estética da palavra.

Beijinhos.

sábado, 24 março, 2018  
Blogger O Árabe disse...

Não era ainda o tempo... mas quem pode dizer quando brotará a inspiração? A verdade é que ficou muito bonito... como de costume! :) Boa semana, Piedade.

segunda-feira, 26 março, 2018  
Blogger Ana Freire disse...

Cada poema, nasce no momento certo... que só cada poeta saberá com precisão... o que o desencadeou... ou se já chegou ao momento da sua conclusão...
Mais um momento poético lindíssimo, revelando a sua sensibilidade poética, e uma belíssima e merecida homenagem para a Graça Pires, cujo seu trabalho poético, igualmente acompanho e muito admiro!
Beijinhos para ambas!
Ana

domingo, 01 abril, 2018  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial