terça-feira, 28 de novembro de 2017

Às avessas

Julie de Waroquier
devolvo um sorriso,
e na tarde que cai,
aliso minhas quimeras,
espalhadas por aí,
dispersas,
folhas de papel,
sem cor definida,
e por escrever,
aqui por desvendar,
remexo meus pensamentos,
sinto-me serena

(para ser lido também de baixo para cima)

© Piedade Araújo Sol 2006-05-04 (reeditado)

30 Comentários:

Blogger DE PROPOSITO disse...

Um belo poema, onde a imaginação é digna de realce.
Fica bem.
Manuel

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger soslayo disse...

PI:

Devolve esse sorriso encantador
mesmo à tarde, seja como for
nesse mar imenso de pudor
que desvenda pensamentos
no lugar da cor.

Um beijo muito grande PI.

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Muito bonito :)
deixo-te o meu sorriso
beijos

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger Ofeliazinha disse...

Um grande abraço.

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger Clife disse...

Serenidade... eis algo que desperta sorrisos. Lido das duas formas... gostei da ideia, gostei do resultado, um "às avessas" que demonstra que há coisas que mesmo às avessas são bonitas ;) ***

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger hl disse...

Sorrir com serenidade:) que sensação boa:)
Beijinhos

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger Luna disse...

Devolvo-te um sorriso, e um beijo de boa noite

quinta-feira, 04 maio, 2006  
Blogger andre rodrigues disse...

Genial...

Muito bom mesmo :)

sexta-feira, 05 maio, 2006  
Blogger lazuli disse...

as agruras da vida diminuem quando se lêem os teus poemas.
É a alma da poesia que voa por aqui.
Beijos. Fernanda.

sexta-feira, 05 maio, 2006  
Blogger O Árabe disse...

Muito bom, Piedade... lindo, qualquer que seja o sentido em que se leia! Boa semana, fica bem.

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Luis Eme disse...

Bom exercício poético. :)

abraço Piedade

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Larissa Santos disse...

Bom dia. De ambas as formas fica bem. Adorei

Hoje: [ Natureza Instigante, enamorada...]

Bjos
Uma boa Terça-Feira

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Poema excelente! Parabéns

Beijo e uma excelente semana

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Agostinho disse...

Para lá do lindo, espreito para dentro.
Se no "dentro" é que se encontra a alma, o cerne que dá longevidade à palavra...
Mas fico-me apenas à superfície que é onde todos vivemos.
A poeta começa com a forma verbal "devolvo" carimbando, ferrando, o todo com a ambiguidade poética que terá a função de despertar a curiosidade do leitor, obrigando-o à repetição da leitura. Às leituras múltiplas implícitas na arte. Afinal, para abanar os distraídos, propõe, em jeito de p.s. a leitura às avessas.
No "sorriso" que lança no primeiro verso, transmudado para o último, está um símbolo, a imagem do acto intacto que é mútuo - dar e receber, receber e dar - na simultaneidade inicial(?). Mas, o verbo que veicula baralha-nos o sentido e os sentimentos que encerra (o sorriso).
Para além do bonito...
Bj.

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Monyque Evelyn disse...

Que lindo, amei :D

http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Franziska disse...

Son los mismos versos pero, una vez leídos en ambas direcciones, a mi me gusta más el comienzo por el final. Me ha gustado mucho. Un abrazo.
Franziska

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger José Carlos Sant Anna disse...

Embora o conceito de circularidade seja imanente ao texto literário, você sugere que se faça a leitura do último verso para o primeiro, se assim o desejar. Provedora de poesia, você sabe que as suas palavras dialogam com os leitores ou com os possíveis interlocutores. E assim a comunicação adquire a mais íntima e intensa realização, não restando ao olhar do sujeito-receptor descobrir as verdades “na invenção” desse poema. E este olhar contribui para iluminar ainda o poema.
Beijinhos, Piedade!

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Elvira Carvalho disse...

Um belo poema. Uma prova de quanto se pode dizer em tão poucos versos.
Abraço

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Marta Vinhais disse...

E fica-se com um sorriso sereno a pairar no pensamento...
Que lindo...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger lis disse...

Piedade, você é uma poeta esplêndida , ador seus poemas .Nem sempre sei comentar ou ouso falar mais nada.
As duas formas são especiais.
'remexo meus pensamentos,
sinto-me serena'
Isso me basta .
Beijo




terça-feira, 28 novembro, 2017  
Blogger Gil António disse...

Bom dia. Quando se deixa fluir a imaginação acontece o poema perfeito
.
Deixo um abraço poético
.

quarta-feira, 29 novembro, 2017  
Blogger Ricardo- águialivre disse...

Quando o sorriso é sereno é mensagem a anunciar que existe paz no coração
.
Abraço e um dia feliz.
.

quinta-feira, 30 novembro, 2017  
Blogger Franziska disse...

He vuelto a releer tus versos, ha sido muy placentero. Feliz semana. Un abrazo. Franziska

quinta-feira, 30 novembro, 2017  
Blogger A Casa Madeira disse...

Gostei de ler debaixo para cima.
Abraços.

quinta-feira, 30 novembro, 2017  
Blogger Jaime Portela disse...

Nada melhor do que a serenidade e um sorriso.
Um poema interessante, gostei muito (pelos dois lados...).
Bom fim de semana, amiga Piedade.
Beijo.

sexta-feira, 01 dezembro, 2017  
Blogger Os olhares da Gracinha! disse...

Uma serenidade inteligente e bela na sua leitura!!!
ADOREI ... bj

domingo, 03 dezembro, 2017  
Blogger AC disse...

Curiosamente, ou talvez não, gosto mais da leitura de baixo para cima. :)
Muito bom, Piedade!

Um beijinho :)

domingo, 03 dezembro, 2017  
Blogger Graça Pires disse...

Li de baixo para cima e encontrei o avesso de alguns sonhos e a transparência de anjos brancos a brincarem-te no sorriso...
Uma boa semana, Piedade.
Um beijo.

domingo, 03 dezembro, 2017  
Blogger Ana Freire disse...

Duas perspectivas perfeitas...
Um trabalho muitíssimo bem construído... duplamente!...
Beijinhos
Ana

quarta-feira, 06 dezembro, 2017  
Blogger silvioafonso disse...

Eu estou seguindo o seu blog,
sabia? Por isso estou aqui,
para dizer também que adoro
vir por estas bandas e para
te deixar um abraço e os votos
de um feliz ano novo.

Beijos,

silvioafonso



.

sexta-feira, 29 dezembro, 2017  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial