terça-feira, 4 de abril de 2017

escudo-me nos silêncios

olga astratova

escudo-me nos silêncios
que clamam a serenidade
essencial
nos dias mornos, que andam esquivos
abraço, ainda a voz do vento
e seu eco
numa prece que se sente
e não se diz.

só o tempo…translada
a limpidez das águas.

© Piedade Araújo Sol 2017-04-04

23 Comentários:

Blogger Rogerio G. V. Pereira disse...

talvez só o tempo
só o tempo

mas não te escudes
ao longo de todo o tempo
no silêncio

a voz do vento só é mansa
em deslizar de brisa

por vezes uiva
por vezes arrasa
por vezes cala

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Elvira Carvalho disse...

Tão bonito, Piedade.
Um abraço

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Lindo!!

Beijinhos

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Os olhares da Gracinha! disse...

E no silêncio ... a poetisa liberta a alma!!!bj

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger mム尺goん disse...

entre o
sublime e o
cotidiano


abç

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Piedade: quantas vezes não desejamos escudar-nos nos silêncios, como se eles nos pudessem trazer a serenidade!Belo post, boa semana.

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Marta Vinhais disse...


E no silêncio diz-se tudo...
Tão suave o poema... límpido como as águas...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Manuel Veiga disse...

poema muito belo
gostei muito, Piedade

beijo

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Agostinho disse...

"Numa prece que se sente
e não se diz".
Entendo-te, mas diz:
eu digo e ouço o que sinto
desde a cabeça aos pés
todo o poema proclama
a iniludível verdade:
quanto maior é o silêncio,
maior é o grito da tua alma.
Um poema de que gostei muito.
Bj.

terça-feira, 04 abril, 2017  
Blogger Luis Eme disse...

Muita beleza nas tuas palavras.

Imagem bem escolhida.

abraço Piedade

quarta-feira, 05 abril, 2017  
Blogger Sofia disse...

Poema belo e que gostei muito, Piedade.O silêncio as vezes é a melhor resposta.

Beijinho.

quinta-feira, 06 abril, 2017  
Blogger LuísM Castanheira disse...

nem só silêncios
nem só... mas também
entre as tormentosas águas
acalmadas.
límpida morfologia.
gostei mto.
um bj.

quinta-feira, 06 abril, 2017  
Blogger Majo Dutra disse...

São imprescindíveis´
meditações silenciosas e plácidas...
Assim se atinge o cerne do equilíbrio e harmonia
necessários à criatividade.
Um poema delicadamente intimista e belo...
Beijo, Pi Sol
~~~~~~~~

sexta-feira, 07 abril, 2017  
Blogger Telma disse...

Lindo poema :)

http://trapeziovermelho.blogspot.pt

sexta-feira, 07 abril, 2017  
Blogger Jaime Portela disse...

O silêncio é uma boa defesa...
Belo poema, gostei imenso.
Bom fim de semana, amiga Piedade.
Beijo.

sexta-feira, 07 abril, 2017  
Blogger Teresa Durães disse...

Só o tempo mata

sábado, 08 abril, 2017  
Blogger Maré Viva disse...

O silencio e o tempo, os escudos invisíveis com que tentamos proteger-nos...linda, a maneira como te expressaste.

Bom fim de semana.
Beijos.

domingo, 09 abril, 2017  
Blogger AC disse...

É por aí, Piedade, é por aí...
Talvez seja dos seus poemas que, longe da exuberância ou das palavras bonitas, quase num registo tímido, a medo, mais me diz.

Um beijinho :)

domingo, 09 abril, 2017  
Blogger Manuel Veiga disse...

poema muito belo e suave.
gostei muito, Piedade

beijo

domingo, 09 abril, 2017  
Blogger Graça Pires disse...

Um silêncio que se sobrepõe à emoção e ao mesmo tempo a denuncia...
Muito belo, Piedade!
Uma boa semana.
Um beijo.

segunda-feira, 10 abril, 2017  
Blogger Suzete Brainer disse...

O silêncio é um escudo eficiente e
também poético.
Poema belíssimo, pura arte na limpidez
do talento imenso.
A imagem escolhida é única para este
seu poema, Piedade.
Bjs.

quinta-feira, 20 abril, 2017  
Blogger Ana Freire disse...

Talento em estado puro!
Mais um poema incrível... para ler e reler!...
Beijinhos
Ana

quinta-feira, 27 abril, 2017  
Blogger manuela barroso disse...


Na limpidez das águas, pensamentos escritos na mensagem do vento. E o silêncio aparta caminhos por onde nos esgueiramos.
Que beleza, Pi!
beijinho*

domingo, 07 maio, 2017  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial