terça-feira, 11 de outubro de 2016

.

Mira Nedyalkova

a poesia não precisa de rima,
não precisa ser alinhada,
nem ter linha de montagem,
precisa apenas ser livre e sentida,
em estado bruto,
sem metamorfoses,
esculpida apenas com as palavras,
que o poeta dedilha com precisão,
e sentires que lhe nascem,
na alma e na pele.

©Piedade Araújo Sol  2016-10-10

19 Comentários:

Blogger Elvira Carvalho disse...

É isso mesmo.
Peço desculpa pela ausência, mas chegar até vós só pelo smartphone é quase impossível. Um abraço

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Lindo poema! Amei
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Marta Vinhais disse...

E abraçar-nos como a brisa e libertar-nos como o mar...
Que lindo!
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger J. Lynce disse...

O poema é lindo e a imagem fantástica...

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Os olhares da Gracinha! disse...

Claro que sim!!!
Gostei...bj

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Majo Dutra disse...

Esta foi de mestra.
Livre e quase pura,
com um recurso mínimo a figuras...
Porém, poetar também é uma arte
que se aprimora com o exercício.
A rima graciosa pratica-se desde
os primórdios da escrita, porque
o homem sempre gostou de cantar.
Por mim, aprecio todas as formas
e estilos, desde que construídas
com emoção e qualidade.
Beijinhos, Piedade.
~~~~~~~~~~~

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Piedade! A poesia de nada precisa, senão dos sentimentos que expressamos em palavras. Belo, mais uma vez! Boa semana.

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Ana Freire disse...

Não poderia concordar mais...
A poesia é um pedaço de amor... partilhado pelo poeta, com quem também ama a poesia... os leitores...
Belíssimo poema, Piedade!
Beijinhos
Ana

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Agostinho disse...

"na alma e na pele".
eu sinto-a
em carne viva.

Bj, Piedade

terça-feira, 11 outubro, 2016  
Blogger Suzete Brainer disse...

Isso mesmo, poeta.

A poesia na alma e na pele
com todos os sentires...

A imagem muito bela combina
com o belo poema.

beijinhos, Piedade.

quarta-feira, 12 outubro, 2016  
Blogger Jaime Portela disse...

É isso mesmo.
Belo poema, gostei imenso.
Querida amiga Piedade, tem um bom resto de semana.
Beijo.

quinta-feira, 13 outubro, 2016  
Blogger AC disse...

A poesia quer-se livre, sim, com asas até ao infinito.
Belo, Piedade!

Um beijinho :)

domingo, 16 outubro, 2016  
Blogger baili disse...

poetry is just a sudden and spontaneous overflow of thoughts that we get when we meditate in tranquility ,

lovely expressions

segunda-feira, 17 outubro, 2016  
Blogger O Árabe disse...

Boa semana, Piedade ; aguardo o próximo post.

segunda-feira, 17 outubro, 2016  
Blogger Graça Pires disse...

Lindo, Piedade! Na verdade a Poesia é o lugar que o Poeta habita para ser livre.
Uma boa semana.
Beijos.

segunda-feira, 17 outubro, 2016  
Blogger Pérola disse...

a poesia não tem limite ou fronteira.

beijo

segunda-feira, 17 outubro, 2016  
Blogger Princesa do Mar disse...

A melhor rima de um poema é aquela que brota do coração...
Beijo azul

segunda-feira, 17 outubro, 2016  
Blogger José Carlos Sant Anna disse...

O apelo de braços abertos à palavra ou que outro nome o mereça.
Teu nome é poesia, Piedade!
Beijinhos,

segunda-feira, 17 outubro, 2016  
Blogger Toninho disse...

Bem assim Piedade.
Por isso uma bela fotografia é uma poesia,
um olhar é poesia.
Bonito perfeito amiga.
Bjs

quarta-feira, 19 outubro, 2016  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial