terça-feira, 28 de janeiro de 2014

o vestido novo


O vento asfixia os plátanos da praça,
e a cortina oscila subtilmente,
sobre a alvorada que desponta,
com odor a terra molhada.

Visto-me tranquilamente,
na penumbra do quarto,
e um frio sulca-me a pele,
que se contrai desprotegida.

Saio para a rebeldia do dia,
com os olhos transbordantes,
de luz e serenidade,
silenciosa com passos meninos.

Percorro os meus dedos  na fímbria do vestido (novo)
que nem reparaste,
na urgência da saudade.
.

©Piedade Araújo Sol 2014-01-28

46 Comentários:

Blogger Pérola disse...

Uma saudade para quem o vestido se despe de importância.

Beijinhos

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Luis Eme disse...

nós homens, somos uns distraídos...

abraço Piedade

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Marta Vinhais disse...

Mas em que o dia repara...nessa alvorada com odor a terra molhada.
Apesar da saudade...
Lindo....
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger O Árabe disse...

Saudade... urgência de nossas almas, alma das mais belas poesias! Lindo texto, linda imagem. Boa semana!

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Ricardo- águialivre disse...

Poema muito bonito ..O vestido é lindo

Deixo votos de felicidades
****************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Mar Arável disse...

Despidos de tudo

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Boa noite


Simplesmente fantástico!!

beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Há sentimentos que vão além do aqui e agora.
Como sempre maravilhoso ler-te.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger manuela baptista disse...

bonito o vestido,

mesmo que despido


mas bonito, bonito é isto: passos meninos


uma boa semana, Piedade

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Fê blue bird disse...

A saudade tudo explica.
Lindo !


beijinho

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger quem és, que fazes aqui? disse...


E, assim, acontece todos os dias "na urgência da saudade", que nunca é silenciosa!

Beijinho

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger Cristina Cebola disse...

Querida Piedade!
Um poema muito belo, repleto de simbolismo...
Que importa um vestido, na urgência da saudade???

Beijinho carinhoso sempre!!!

terça-feira, 28 janeiro, 2014  
Blogger silvioafonso disse...

.

O importante não são
as rimas dos versos
e muito menos a men-
sagem que eles têm,
mas o desabafo de um
coração que pulsa o
pulso que a alma tem.

Um beijo.

Ainda estou te se-
guindo, sabias?

silvioafonso






.

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger Ailime disse...

Belíssima a sua poesia! Bj Ailime

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Uma grande fragilidade e silêncio nas brumas do sentir...

beijo amigo

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Com a "urgência da saudade", quase tudo são pormenores sem importância... até um vistoso vestido...
Magnífico poema, gostei imenso.
Um beijo, querida amiga Piedade.

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger *Escritora de Artes* disse...

O vestido poderia até ser notado,....depois...

Bjos

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger heretico disse...

rebeldia dos dias - na urgência subtil de um vestido novo.

beijos

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger Manuel disse...

Que belo momento de poesia.
Adorei esse deambular entre a fantasia e a realidade!

quarta-feira, 29 janeiro, 2014  
Blogger Suzete Brainer disse...

A saudade vestida de poesia e

pressa,ignora o vestido(novo)

a ficar a espera,o sentir

ocupa o espaço de

maior importância.

Belo e envolvente!!

Beijo,Piedade.

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Mariazita disse...

Bom dia, Piedade
A minha modesta incursão no campo da poesia deu origem a um post que publiquei hoje, dia 30.
Devo continuar? É melhor desistir? Qual é a tua opinião?
Aguardo-te na minha «CASA», para te pronunciares…
Obrigada.
Beijinhos

PS - A mulher não pode esperar que o homem repare nesses "pormenores" :)- Reparam "noutras" coisas...

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Ritinha disse...

A saudade que despe a alma...
lindo isso!
Bom mesmo!
bjs
Ritinha
(emritmo de ferias)

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Sónia M. disse...

A saudade despe-nos até à alma...

Belíssimo, Piedade!

Beijo :)

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Graça Pires disse...

Um vestido cor de delírio e rebeldia. Um poema belíssimo.
Um beijo.

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Anonymous irene alves disse...

É um poema muito bonito e a
imagem do vestido também.
Gostei. Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Laura Ferreira disse...

gostei deste vestido.
e da saudade também.

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Maré Viva disse...

A urgência da saudade é capaz de tudo...mas mesmo não reparando no vestido novo, reparou com certeza na
beleza das palavras...

Um beijo.

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Joaninha Musical disse...

Oi oi querida amiga,mais um lindo poema escrito por ti. Tambem tenho no meu blogue a postagem de um poema escrito por um grande poeta da minha vila,visita o blogue e comenta lá. Beijinhos fofinhos!! http://musiquinhasdajoaninha.blogspot.pt

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger Evanir disse...

Amiga Querida lindo poema eu adoro poesia tanto que é verdade todo
meu blog existe poesia de muitos amigos inclusive suas .
Postei com alegria minha amiga.
Feliz final de sema abraços fraternos,Evanir.

quinta-feira, 30 janeiro, 2014  
Blogger O tempo das maçãs disse...

Um vestido tão bonito... mas saudades é saudades...

Poema lindo.


Beijinhos.

sexta-feira, 31 janeiro, 2014  
Blogger Mariazita disse...

Obrigada pela presença e comentário.

Bom fim de semana.
Beijinhos

sexta-feira, 31 janeiro, 2014  
Blogger Daniel Aladiah disse...

Querida Pi
No cuidado do sentir... doce...
Beijo
Daniel

sábado, 01 fevereiro, 2014  
Blogger Evandro L. Mezadri disse...

Uma obra de arte, Piedade!
Perfeita poesia, com imagens bem detalhadas e reflexivas.
Grande abraço e sucesso!

sábado, 01 fevereiro, 2014  
Blogger ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O perfume que exala
de um poema escrito
com sentimentos,
sempre inebria o coração,
e o desperta para a vida...

Ser feliz,
é deixar-se engravidar
pela simplicidade da alegria.

sábado, 01 fevereiro, 2014  
Blogger MARILENE disse...

Para matar a saudade, olhos nos olhos. Não há, de fato, como observar detalhes da vestimenta. Estes ficam para depois. Bjs.

sábado, 01 fevereiro, 2014  
Blogger Magia da Inês disse...

¸.•°♡♡♫° ·..
Um vestido para a saudade!...

Ótimo mês de fevereiro!
Bom domingo! Boa semana!
°º✿♫ Beijinhos.
º° ✿✿ ♫° ·.

domingo, 02 fevereiro, 2014  
Blogger Samuel Balbinot disse...

Bom dia Piedade.. nós homens reparamos muito.. porém eu sou reparador de mãos e pés.. a beleza das mulheres para mim começa nas unhas.. de preferencia francesinhas bjs de bom dia

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger Samuel Balbinot disse...

Bom dia Piedade.. nós homens reparamos muito.. porém eu sou reparador de mãos e pés.. a beleza das mulheres para mim começa nas unhas.. de preferencia francesinhas bjs de bom dia

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger Samuel Balbinot disse...

Bom dia Piedade.. nós homens reparamos muito.. porém eu sou reparador de mãos e pés.. a beleza das mulheres para mim começa nas unhas.. de preferencia francesinhas bjs de bom dia

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger O Árabe disse...

Boa semana, Piedade. Aguardo o próximo post!

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá,
Momento fascinante de bela poesia acompanhada de uma linda imagem.
Abraço
ag

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger alp disse...

El rojo impresiona siempre... Un beso desde Murcia...

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger deep disse...

Muito bonito, Piedade.
Boa semana. Bj

segunda-feira, 03 fevereiro, 2014  
Blogger Henrique Caldeira dos Santos disse...

Muito bom! Da delicadeza e elegância dos gestos e palavras, ao encontro da urgência da saudade.
beijinhos

quinta-feira, 06 fevereiro, 2014  
Anonymous A Menina Marota já é Avó disse...

A urgência da saudade não tem olhos... tem alma!
Adorei o poema... e sorrio da pressa da urgência... :)

Bjs

quinta-feira, 06 fevereiro, 2014  
Blogger Canto da Boca disse...

O vestido novo, é só mais uma peça da saudade...

terça-feira, 11 fevereiro, 2014  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial