terça-feira, 26 de junho de 2012

palavras nuas ou/e/ o poder de um beijo


escrevo palavras nuas.

gostava de vestir as palavras com sedas e cetins, mas sei que é impossível, por isso abandono por momentos a escrita e fixo-me nas pessoas anónimas que deambulam na praia de areias amarelas como ouro em bruto.

oiço o mar que me enaltece a vista e começo a congeminar as rochas vestidas de lodo e algas.

não sei a ligação das rochas com as palavras, por isso talvez elas nem ligam ao mar quando as beija, uma vez sôfrego outras vezes dócil.

imagino-me por momentos traindo-me em onda espuma, que beija a pedra com a violência das marés.

fecho os olhos para melhor sentir o beijo, e tento fcar assim imóvel e de olhos cerrados.

não quero quebrar o magnetismo do momento, nem a emoção deste beijo onda-espuma-mar-rochas e eu-rocha-utopia.

eu a sonhar palavras vestidas perfeitas e coloridas.

eu a deambular pela praia e sonhar beijo e mar e palavras que podem e devem ser nuas.

© Piedade Araújo Sol 2012-06-26


33 Comentários:

Blogger Luiz Alfredo disse...

Quando a poeta faz poemas
Com o olhar
Sentindo a brutalidade e sensibilidade
Dos rochedos
O beijar do mar
Molhando a totalidade do seu ser
Construindo com o olhar
Este belo poema
Puro panteísmo poemático
Deambulando pelas areias da praia
Mergulhando no uni-verso
E trazendo de volta
Belos versos
Que nos ensina
Que temos muito que aprender
Com a natureza
E com os bramidos do mar
E temos que amar
Sabe poeta aprendi com você
A passear na areia
A tirar meus sapatos de asfalto
E a contemplar os rochedos
E os campos de hipocampos
A pensar em Deus comendo
Seus salmos
Meditando no infinito horizonte
Até aonde ele vai...!
Também moro perto do mar
Aqui no Ceará.

Obrigado pelo poema
Seja mui feliz

Luiz Alfredo - poeta

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger mixtu disse...

as palavras...
podem e devem ser desnudadas para as vestir de sentimentos...
num mar de sentimentos e de emoções...


abrazo serrano

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger Menina Marota disse...

Quando a palavra transmite o sentir verdadeiro da alma que emerge dos sentimentos que ressaltam daquilo que ao nosso redor pulula como utopia do nosso sentir, acontece poesia.
Vi e senti este momento como se o estivesse a viver, tal a intensidade das tuas palavras.
Grata pela partilha

Bjinhos e boa semana

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger Luis Eme disse...

escreves tudo menos palavras nuas.

quanto muito são salgadas. :)

beijinhos Piedade

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger Rita Freitas disse...

Adorei estas palavras beijadas pelo mar sofrego e dócil.
Um texto com sabor a mar.

Beijinhos

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger Marta disse...

Porque sentem e conquistam...
Sonham e vestem com amor...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger Aníbal Raposo disse...

Voltei com saudade.
Lindo poema.
Beijo.

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger heretico disse...

beijo enfeitado de algas marinhas. e espuma salgada.

vibrantes palavras.

terça-feira, 26 junho, 2012  
Blogger Smareis disse...

Lindo, lindo,palavras nua.
adorei!
Beijos e ótima semana!

quarta-feira, 27 junho, 2012  
Blogger Carlos Ramos disse...

Esculturas belas. Parabens

quarta-feira, 27 junho, 2012  
Blogger Multiolhares disse...

quando passeamoa junto ao mar os sonhos acontecem e palavras belas como as tuas jorram pela areia dos sentidos
beijinhos

quarta-feira, 27 junho, 2012  
Blogger Fê-blue bird disse...

Palavras vestidas de imaginação e talento.
Adorei e senti cada uma delas.

beijinhos

quarta-feira, 27 junho, 2012  
Blogger Isa Lisboa disse...

As palavras podem e devem ser nuas, para assim as lermos em toda a sua beleza. E para que nos lembrem de todas as roupas e adornos!
Gostei muito desse passeio à beira-mar-das-palavras!
Beijos

quarta-feira, 27 junho, 2012  
Blogger Mar Arável disse...

Quando as palavras respiram

por guelras
o mar lá está a afagá-las

quinta-feira, 28 junho, 2012  
Blogger CamilaSB disse...

As palavras vestem-se
com as cores da alma
e, as que leio aqui,
têm as cores e a chama
de um mar de poesia... muito lindo, Piedade! Um beijinho com as cores da amizade e de um :)

quinta-feira, 28 junho, 2012  
Blogger Sónia M. disse...

As palavras podem e devem ser nuas, como estas que acabo aqui de ler...gostei muito!

Beijo
Sónia

quinta-feira, 28 junho, 2012  
Blogger helia disse...

Palavras lindas embaladas pelo Mar !
Gostei muito !

quinta-feira, 28 junho, 2012  
Blogger SOL da Esteva disse...

Tu, Amiga. Rocha utopia de maravilha.
Sem vestir palavras, encontro o belo, o magnífico nas que tu me deixas a ler.


Beijos


SOL

quinta-feira, 28 junho, 2012  
Blogger Lidi Horácio disse...

Oiee te encontrei na blogosfera..
Adoreiii seu blog..
Tô te seguindo.

Me visite tbm:
http://lidiepaulo.blogspot.com.br


Beijocas :*
Ótima Noite ")

sexta-feira, 29 junho, 2012  
Blogger Eduardo Aleixo disse...

Um lindo poema em que desnudas as palavras de ti e elas se vestem de mar e de algas. Poema desnudo e vestido do poema do mundo. Que significam as vestes das palavras se elas são aquilo em que se querem transformar? É como a espuma das ondas que são já luz, areia e beijo de pele onde se desfazem.
Duplo PARABENS..............................
Faz anos hoje o poema do mar.

sexta-feira, 29 junho, 2012  
Blogger mfc disse...

Um poema de um desejo permanente muito lindo!

Beijinhos,

sexta-feira, 29 junho, 2012  
Blogger manuela baptista disse...

altíssima
a arte de vestir palavras


e a gente a sonhar de nua


um beijo, Pi!

sábado, 30 junho, 2012  
Blogger Álvaro Lins disse...

As palavras são despidas! Nós é podemos "vesti-las". E tu sabes fazê-lo da melhor forma:)
Abraço

sábado, 30 junho, 2012  
Blogger BlueShell disse...

Magnífico...podes não vestir as palavras de cetim, mas assim como as escreves elas são ornamentadas e ouro! Uma perfeita combinação com a imagem...lindo este texto...e lindo o beijo que...se quer !!!

Um abeçoado fim de semana
Bj
BShell

domingo, 01 julho, 2012  
Blogger mixtu disse...

a mirar de novo o teu desnudar de palavras

abrazo serrano

domingo, 01 julho, 2012  
Blogger Daniel Aladiah disse...

Querida Pi
Sentir um beijo... sim... quando mais se deseja e menos se espera... saudade
Beijo
Daniel

domingo, 01 julho, 2012  
Blogger Boris Estebitan disse...

Hola, saludos, que tengas un lindo inicio de semana, un gusto visitar tu blog, yo te invito a visitar el mio (El Blog de Boris Estebitan) y leer un poema mio titulado "The Ballad of Boris Esteban", es un poema a la esperanza.

segunda-feira, 02 julho, 2012  
Blogger cores e outros amores disse...

Numa única palavra, coberta com um fino manto de seda: LINDO! Adorei.

segunda-feira, 02 julho, 2012  
Blogger Lidi Horácio disse...

Adoreiii


Beijocas :*
Boa Semana ")

segunda-feira, 02 julho, 2012  
Blogger O Árabe disse...

Enquanto as chamas de palavras nuas.., eu as vejo vestidas de poesia. Belo texto, boa semana!

segunda-feira, 02 julho, 2012  
Blogger joão marinheiro disse...

Por vezes de olhos fechados o mundo tem outro sabor...Abraço

segunda-feira, 02 julho, 2012  
Blogger Margarida C. disse...

Palavras nuas? Não. Vestidas de magnetismo e sensualidade! Adoro.

terça-feira, 03 julho, 2012  
Blogger ☆Fanny☆ disse...

Amiga, mas que maravilha!!! As tuas palavras surpreendem de linha em linha! Abraço-as com encanto!

Beijinho*

quarta-feira, 04 julho, 2012  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial