quinta-feira, 12 de outubro de 2006

Cara ou coroa


Tenho o reverso da moeda
Aperto em meus dedos
O resto da esperança
De um circulo que
Não acaba hoje
Nem amanha...

Mas...

Se afinal tudo tem um fim
As garras do tempo
Serão momentos
Em constante rodopio
E encolho-me
No meu casulo...

Cara ou coroa!
(foto de Graça)

9 Comentários:

Blogger Mikas disse...

Eu sou uma moeda com duas caras, nunca sei qual é que vai sair quando lido com as pessoas, às vezes sinto-me louca...

sábado, 14 outubro, 2006  
Blogger Manel do Montado disse...

Lindo...A foto não é a costa da Ericeira, ou na zona?
Beijo

sábado, 14 outubro, 2006  
Blogger saltimbanco disse...

Belíssimo o blog.

Gosto dos poemas.

Mas não se encasule. O tempo é implacável e astuto. Viva.

Bom domingo.

:)

domingo, 15 outubro, 2006  
Blogger Vivis disse...

A esperança ainda esta a crepitar.

Beijo

domingo, 15 outubro, 2006  
Blogger :LmS: disse...

Os poemas são lindíssimos. Consistentes, com uma enorme apetência para a sensibilidade como, de resto, é apogeu da boa poesia.
Boa semana!!

domingo, 15 outubro, 2006  
Blogger Unicus disse...

Adoro vir beber as palavras da minha amiga, ainda que nem sempre deixe rasto...
Beijinhos Pi

segunda-feira, 16 outubro, 2006  
Blogger Daniel Aladiah disse...

Querida Pi
Não pode ser uma questão de cara ou coroa, pois não?
Um beijo
Daniel

segunda-feira, 16 outubro, 2006  
Blogger Seth Plate disse...

Os dois lados de uma mesma moeda. Qual é o ideal: cara ou coroa? Quem nos saberá dizer?

Uma foto muito linda. Destaque também para a foto de fundo. Um blogue bonito.

abraços.

segunda-feira, 16 outubro, 2006  
Anonymous Anónimo disse...

Ja nao te visita ha muito tempo, mas tens sempre poemas gradaveis.
Beijinho ;*

segunda-feira, 16 outubro, 2006  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial