quarta-feira, 11 de janeiro de 2006

Tela Nua

Desfilo tonalidades que
poisam na tela
despedaço cores
e intento formas
Sulcam ali como pedaços
de mim
Reflexos de ensejos
Lembranças opacas
Sentires despidos
soltos na tela…

Imagem: http://lostwordsite.blogspot.com/

14 Comentários:

Blogger Tino disse...

Este poema ficava bem junto do meu primeiro quadro de 2006...está em exposição neste momento...deixas-me? :) Um beijinho grande*

quarta-feira, 11 janeiro, 2006  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Lindo :)
que belo quadro pintado a palavras
Bjx

quarta-feira, 11 janeiro, 2006  
Blogger margusta disse...

Lindo este sentir...é o que sinto perante uma "Tela Nua"

quinta-feira, 12 janeiro, 2006  
Blogger Maria do Céu Costa disse...

Bonito poema que bem se enquadra nas tonalidades da tela.

sexta-feira, 13 janeiro, 2006  
Blogger soslayo disse...

PI, é assim arte da pintura/tudo se vê tudo se imagina/ao olhar de cada um/o direito de ver e pensar/em cada tom e em cada traço/a imaginação da coisa futura. Um beijinho.

sexta-feira, 13 janeiro, 2006  
Blogger Tino disse...

:) Se não soubesse a verdade diria que escreveste o poema de propósito para a tela! Assim que tenha o teu poema junto da tela este fim de semana tiro uma foto e envio-te. Obrigado e um grande beijinho transatlântico! :)

sexta-feira, 13 janeiro, 2006  
Blogger Vitor Monteiro disse...

muito bonitos os teus poemas...mostram a toda a tua capacidade de exprimires em palavras tudo o que sentes e tens na alma e isso é um grande dom...

Parabens

sexta-feira, 13 janeiro, 2006  
Blogger lena disse...

pintei com as tuas palavras uma tela imaginada por mim

lindissimo poema, pedaços de sentires numa "Tela Nua"

encanta-me o que escreves

lena

sábado, 14 janeiro, 2006  
Blogger João disse...

Poucas palavras podem por vezes dizer tudo o vai dentro de nós, e escritas assim, dizem certamente muita coisa. como se costuma dizer, uma imagem vale por mil palavras e a tela é lindissima e fala por si, mas as tuas palavras multiplicam-se em significaos e sensações que não cabem na tela.
Um abraço

sábado, 14 janeiro, 2006  
Blogger IsaMar disse...

poema bonito em tons de reflexos doirados do Tino: parabéns aos dois.

sábado, 14 janeiro, 2006  
Blogger Amaral disse...

Uma tela que se enche de curtas palavras e emoções várias…

sábado, 14 janeiro, 2006  
Blogger Duarte Temtem disse...

Tanto conteúdo em tão poucas palavras...

"Reflexos de ensejos
Lembranças opacas
Sentires despidos"

A tua alma na tela.

Bjs

domingo, 15 janeiro, 2006  
Blogger marakoka disse...

sentires despidos
soltos na tela...

lindo, gostei de ler
jocas maradas

domingo, 15 janeiro, 2006  
Blogger Luís Monteiro da Cunha disse...

Sabes bem que cada tela não se consegue despir, por mais que se tente, da(o) autor(a).
Pois a mesma, deixando de estar nua, cobre-se de intimos ocultos, sentimentos que fazem com que esta se cubra de visão sentida e por isso sonhada...

Bjinho

segunda-feira, 16 janeiro, 2006  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial