terça-feira, 5 de setembro de 2017

pensamentos

Escha Van Den Bogerd

penso muitas vezes na impossibilidade que se torna possível,
e vezes _____outras no possível que se torna impossível.

um misto de pensamento  contraproducente,
ou apenas a necessidade da contrariedade,
para não deixar morrer,
uma partícula de um pensamento,
que antecede a disputa interior,
ou apenas,
a carência,
de questionar o momento,
e o acaso.

penso e sorrio perante as dúvidas que,
me assaltam em noites de insónias,
violentas e febris onde o possível,
será sempre impossível, e vice-versa.

©Piedade Araújo Sol 2017-09-04

21 Comentários:

Blogger Luis Eme disse...

Sim... Viver é isso.

abraço Piedade

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger O Árabe disse...

... e este é, Piedade, o maior encanto dos pensamentos: para eles, não há possíveis ou impossíveis! Eis uma verdade que só percebem os poetas. Belo post, boa semana!

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Agostinho disse...

Entre o possível e o impossível
quem decide, Piedade? Eu, com esforço mental e físico? Ou não rendido à inevitabilidade das coisas... Frequentemente, moinhos demasiado altos são tocados por ventos "impossíveis".
É uma sorte enquanto "penso e sorrio".

Bj.

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Cidália Ferreira disse...

Um poema tão bonito!!

Parabéns

Beijinhos

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Elvira Carvalho disse...

As certezas e incertezas de quem não se deixou alienar e se mantém vivo.
Abraço

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Marta Vinhais disse...

A eterna questão... O que é possível e o que é impossível?
Fazermos tudo para desvendar...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Graça Pires disse...

Pensar. Ter dúvidas. Descobrir os recantos da imaginação. E ficar à entrada da noite cativa de um poema...
Muito belo, Piedade!
Um beijo.

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Os olhares da Gracinha! disse...

... e é nesse vice-versa que por vezes também me desloco!
bj

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger O Puma disse...

Nada é impossível
no pensamento

terça-feira, 05 setembro, 2017  
Blogger Victor Barão disse...

Não sei muito bem o que dizer acerca das contradições da Vida; mas sei que me são uma incontornável constante, inclusive uma força de pensamento em si mesma, acerca do que a Piedade escreve aqui duma forma que só está ao alcance da/os poetisas/poetas e que como tal fala por si só e por mim, neste último caso mais e melhor do que eu (não poeta) alguma vez poderia alcançar _ não em termos literais, porque a este nível criativo ninguém se expressa exactamente igual a outro alguém, pelo que sim em termos de equitativa qualidade da mensagem!

Beijo, sem muito pensar e mas com um sorriso :)

quarta-feira, 06 setembro, 2017  
Blogger Toninho disse...

As noites infindas com suas confusões que se arrastam pelas horas de silencio ao sabor de uma cantiga que vem no vento. São noites de mergulho em poesia.Emergir num poema Piedade.
Muito lindo querida amiga.
Que Setembro que floresce aqui lhe seja pleno de paz, amor e alegrias com o aconchego de Outono.
Bjs.

quarta-feira, 06 setembro, 2017  
Blogger Ricardo- águialivre disse...

Embora a vida não seja um conto de fadas, a verdade, é que é linda de viver
.
Deixo cumprimentos poéticos.

quarta-feira, 06 setembro, 2017  
Blogger Henrique Caldeira dos Santos disse...

Por vezes, essa dicotomia toma-nos de assalto o sossego e o raciocínio, e ficamos como que em ciclo/círculo e sobressalto sobre o assunto. Aqui, com destino para um belo poema.
beijinho, Piedade
:)

quarta-feira, 06 setembro, 2017  
Blogger Majo Dutra Rosado disse...

São terríveis e confusas essas noites de insónia...
Mas a verdade é que acontecem esses «volte-face» na vida e normalmente envolve contentamento...
Um poema singular, querida poetisa.
Beijos
~~~

quarta-feira, 06 setembro, 2017  
Blogger José Carlos Sant Anna disse...

Penamento que me pensa, deixa-me só um momento
para que eu possa dormir. E sonhar. E assim vamos traçando o nosso caminho, imponderável, leve, e tecendo belos poemas, como este!
Beijinhos, Piedade!

quinta-feira, 07 setembro, 2017  
Blogger Jaime Portela disse...

Pela lei das probabilidades, há sempre coisas pouco prováveis que nos vão acontecendo. Tal como no futebol, há sempre surpresas... mas, se forem boas, tanto melhor.
Excelente poema, gostei imenso.
Bom fim de semana, amiga Piedade.
Beijo.

sábado, 09 setembro, 2017  
Blogger Louraini Christmann - Lola disse...

Pois, estes impossíveis me deixam ultimamente de coração doído.
Tem impossíveis que eu queria tanto que fossem possíveis.

abraço
Lola

domingo, 10 setembro, 2017  
Blogger Ana Freire disse...

E na dúvida... moram todas as possibilidades... e a verdadeira sabedoria...
Mais uma belíssima reflexão... que adorei apreciar...
Beijinhos! Feliz domingo!
Ana

domingo, 10 setembro, 2017  
Blogger O Árabe disse...

Boa semana, Piedade; aguardo o próximo post.

segunda-feira, 11 setembro, 2017  
Blogger Toninho disse...

O que fazer com estas noites insones, onde os pensamentos voam e nas asas da águia nos leva aos mais alto monte para reflexão com o olhar perdido no horizonte e descansar no poente.
Aplausos amiga pela poesia e ilustração.
Bjs.

terça-feira, 12 setembro, 2017  
Blogger AC disse...

Há insónias que são sementeira das mais belas palavras...

Um beijinho, Piedade )

sábado, 30 setembro, 2017  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial