terça-feira, 8 de novembro de 2016

Sombras_____

jenna martin photography

Havia sombras ____ que a perseguiam, na sua constante caminhada.
Não seriam sombras, mas apenas detalhes escurecidos____argumentava, para si.
Por vezes eram raios de sol forte que a encadeavam e lhe feriam os olhos.
Devia ser porque eram claros, cogitava e encolhia os ombros .
Sabia serem apenas atrapalho para que os labirintos se intrometessem no caminho que se queria limpo e lesto, sem obstáculos.
No outro dia uma gaivota segredou-lhe e disse que ninguém sente sombras que elas são apenas percalços do dia ou da noite.
São por isso vulgares, não se lhe devem dar atenção.
Há outras sombras que ela sabe, mas prefere nem saber e entrar no azul do dia, mesmo que o sol lhe incendeie a vista.
Afinal que importam as sombras, se ela entendia que todos os caminhos a levavam ao mar e que afinal eram só detalhes.

© Piedade Araújo Sol 2016-11-07

21 Comentários:

Blogger Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso poema! A foto é divina!
Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger mixtu disse...

sombras ... num dia de sol...
e ao caminhar com a amada... apenas uma sombra
:)
poesia...

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger Agostinho disse...

Para além de sombras, os nós dentro confundem os passos.
Mas, se os raios de sol lhe inundam destinos, que importa?
Pintados de clarividência azul os olhos escolhem sem receio o acerto do verbo mar.

Dias felizes, Piedade.

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger Elvira Carvalho disse...

Não há sombras nos caminhos que nos atormentem. O que nos atormenta, são as sombras que transportamos dentro de nós.
Um abraço

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger Marta Vinhais disse...

Sim, o que importa haver sombras se sabemos o caminho até ao Mar?
Mas aquelas escondidas na nossa Alma só a podemos ignorar nesse momento - quando falamos com o Mar...
Depois, temos que as enfrentar...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger José Carlos Sant Anna disse...

E assim ela atapeta o chão para alcançar o mar entrando "no azul do dia", deixando o que o sol incendeie os mistérios das sombras.
Beijo,

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger VENTANA DE FOTO disse...

La imagen es de lo más original. Te felicito por este hermoso trabajo.

Besos

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger Luis Eme disse...

Sombras são nuvens, que podemos afastar com um "sopro".:)

abraço Piedade

terça-feira, 08 novembro, 2016  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Piedade... de que nos adianta atentar para as sombras, quando todos os caminhos levam ao mar? Belo post, boa semana!

quarta-feira, 09 novembro, 2016  
Blogger Ana Tapadas disse...

De uma beleza serena...

Bj

quarta-feira, 09 novembro, 2016  
Blogger Jaime Portela disse...

Só há sombras onde há luz...
Belo poema, gostei imenso.
Tem um bom resto de semana, querida amiga Piedade.
Beijo.

quinta-feira, 10 novembro, 2016  
Blogger Ana Freire disse...

Todas as sombras, tal como as nuvens... são passageiras... e terão a importância, que lhes dermos... numa grande maioria das vezes...
Nais um belíssimo poema, onde a leveza e a profundidade, se confundem de uma forma deliciosa...
Beijinhos! Bom fim de semana!
Ana

sexta-feira, 11 novembro, 2016  
Blogger Suzete Brainer disse...

Sim, poeta, as sombras são detalhes, pontos escuros sem
profundidade da luz que rege, direciona e inspira...

A imagem é linda e libertadora!

beijos, Piedade.

sexta-feira, 11 novembro, 2016  
Blogger Maria Rodrigues disse...

Todos temos sombras que por vezes nos perseguem.
Lindo!
Bjs
Maria

sexta-feira, 11 novembro, 2016  
Blogger Vieira Calado disse...

Sombras e luz! Um dos meus temas recorrentes!
Gostei. Beijinhos!

sábado, 12 novembro, 2016  
Blogger SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Teus caminhos levam ao mar
A mim o mar é o caminho
Que me leva ao teu cantinho
Pronto para versejar.

O teu bog é um altar
Onde incenso o meu carinho
A Portugal e ao bom vinho.
E ergo-te a taça no ar.

Ergo a taça a ti donzela
Ergo por ti e por ela,
À poesia, e ao bom vinho

Português que é chancela
De garantia que sela
Sua grandeza e carinho.

Meu abraço fraterno. Laerte (Silo).

sábado, 12 novembro, 2016  
Blogger Toninho disse...

Muito lindo Piedade, o mar que encanta e faz outras mazelas menores.
Beleza de foto inspiradora.
Bjs e bom domingo.

domingo, 13 novembro, 2016  
Blogger Os olhares da Gracinha! disse...

As sombras por vezes perturbam nossa caminhada!
Bj e gosto

segunda-feira, 14 novembro, 2016  
Blogger Os olhares da Gracinha! disse...

As sombras perturbam inúmeras vezes!
Essa imagem é bem inspiradora!
Bj amigo

segunda-feira, 14 novembro, 2016  
Blogger Graça Pires disse...

As sombras" percalços da vida e da noite". Uma ideia fantástica neste magnífico texto poético!
Uma boa semana, minha Amiga.
Um beijo.

segunda-feira, 14 novembro, 2016  
Blogger Henrique Caldeira dos Santos disse...

Gosto, Piedade!
Que sejam sombras, apenas sombras, as sombras tristes, ou um resguardo.
:)

terça-feira, 15 novembro, 2016  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial