terça-feira, 5 de maio de 2009

Amoras maduras

Ao sabor das amoras na minha língua maduras
- era talvez o tempo delas – fechei os olhos,
para assim prolongar dentro do meu peito
a memória aconchegada no gosto das bocas.

Como suster o ar – sem respirar? –
Quando bebo a fragrância derramada
Do teu corpo adormecido
Sob os lençóis amarrotados da loucura?

Estou imobilizada – sinto o teu respirar –
Abro lentamente os olhos e perscruto o teu sono.
És terrivelmente belo, qual anjo adormecido.

Os anjos não dormem – nem existem – porque
A loucura cai branda e, alienada, ecoa nos latidos
Noctívagos de um cão à procura de amoras maduras
.
foto:_-_Eau_-_

30 Comentários:

Blogger Paula Raposo disse...

Gosto deste gosto de amoras maduras, embora prefira as romãs...beijos.

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Maria Clarinda disse...

Maravilha de poema!!!
Jinhos mil

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Amaral disse...

"A loucura cai branda" e, dentre os versos que se escoam pelos lábios entreabertos, soltam-se murmúrios de "amoras maduras"...
Porque os anjos não dormem... e porque o respirar não se aprende para se ensinar...

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger PAS[Ç]SOS disse...

Suster o ar, fechar os olhos e sem respirar, encontrar a madureza destas palavras com sabor a amoras desejadas.

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger rouxinol de Bernardim disse...

A classe e a mestria de sempre, num estilo inconfundível! Parabéns pela originalidade!

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Teresa Durães disse...

sentir, mesmo que os anjos não existam

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger mateo disse...

Ontem estive com as silvas.
Estão carregadas de amoras a negrumar.
Há sempre amoras que nos fazem lambuzar e lambermo-nos!
Beijos.

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Maria Valadas disse...

Amoras maduras....

A infãncia regressou ao meu EU!


SUBLIME! ( Como sempre)

Beijos.

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Peter Pan disse...

Amiga:
Possui uma brilhante memória de sensibilidade e sensualidade acordada ou adormecida, mas encantadora e doce.
Aliás, como todas as "bocas" femininas, apesar de só existir, para mim, uma só.
Um delicioso poema que é um hino sedutor de pureza e beleza humanas de um sentir a paixão amorosa de magia intensa.
Bem-Haja, adorei.
Com grandioso respeito, estima e admiração.
Beijinhos


pena

OBRIGADO pela simpatia expressa no meu blog. Gostei muito.

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Parapeito disse...

..é bom quando fechamos os olhos...e sentimos na boca o sabor das amoras maduras da paixao...

Muito bonito Sol*

terça-feira, 05 maio, 2009  
Blogger Porcelain Doll disse...

Os anjos estão por toda a parte... esperando, por vezes, apenas uma oportunidade de se manifestar... a amargura da alma por vezes mantém ao largo os anjos...

Beijinhos!! (lindo, como sempre!!)

quarta-feira, 06 maio, 2009  
Blogger Carla disse...

renasceu o sabor de amoras madura em mim...pela força das tuas palavras
beijo

quarta-feira, 06 maio, 2009  
Blogger heretico disse...

sensualidade vibrante. delicada e terna...

beijos

quarta-feira, 06 maio, 2009  
Blogger Vieira Calado disse...

Muito interessante!

Eu diria que quase surreal, nalgumas passagens.

Beijinhosss

quarta-feira, 06 maio, 2009  
Blogger Pena disse...

Doce Amiga:
Li e reli e admirei a sua pureza, encanto e beleza.
Uma maneira sensível e peculiar de fazer versos fantásticos.
Lindo. Lindo. Lindo.
Um versejar optimista da existência. A sua.
Tem uma sensibilidade de maravilhar.
Uma "doçura" grandiosa.
Bem-Haja. Adorei!
Beijinhos de imenso respeito e pasmo.
Sempre a admirá-la

pena

quinta-feira, 07 maio, 2009  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Excelente poema, neste caso um soneto.
Beijos.

quinta-feira, 07 maio, 2009  
Blogger Peter Pan disse...

Amiga:
VOCê é pura e simplesmente uma "ternura".
Beijinhos de respeito agradecidos.

pena

Bem-Haja, genial e preciosa amiga!

sexta-feira, 08 maio, 2009  
Blogger A.S. disse...

PI...

Tenho saudades do tempo em que as amoras eram beijo!...


BjO´ss

sexta-feira, 08 maio, 2009  
Blogger Paulo - Intemporal disse...

pleno.

sublime e bel.íssimo.

delicioso este saber dizer.

e saio. em des.lumbre.

um bom fim de semana.

sábado, 09 maio, 2009  
Blogger Daniel Aladiah disse...

Querida Pi
Os cães procuram amoras maduras?... Que sonhos conturbados se espelham pelos versos que projectas...
Um beijo
Daniel

domingo, 10 maio, 2009  
Blogger Peter Pan disse...

Admirável Amiga:
Venero, estimo e penso notável o seu valor. de sensibilidade poética fabulosa.
É uma poetisa de eleição.
MUITO OBRIGADO pela linda amizade.
Beijinhos de respeito perante "mãos de ouro", As suas!
Maravilhado...

pena

Bem-Haja, amiguinha talentosa.

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger LUA DE LOBOS disse...

gostaria de te coementar e muito mas estranhamente só vejo metade do teu blog e pois aparece-me com 2 barras laterais a negro.
O que consigo ler acho muito bonito
xi
maria

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger DE-PROPOSITO disse...

'à procura de amoras'
------------
Eu direi: 'Uma procura de beijos doces'.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger O Profeta disse...

Quanta beleza tem a tua alma...


Doce beijo

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger Graça Pires disse...

Apetece dizer como o poeta: meu amor amoras bravas, meu amor amoras doces...
Muito belo.
Beijos.

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger Élio - Filomena disse...

sublime..

é tão bom sentir o sabor das amoras maduras num beijo tão desejado..

beijos

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger Arabica disse...

E há amoras sempre maduras


à espera de um cão. ou de um anjo.

Beijos, Piedade, boa semana.

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger Paulo - Intemporal disse...

volto e re.volto vezes sem conta.

sublime este post.

um abraço.

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger Delfim Peixoto disse...

Eu já nem sei o que te dizer... saio daqui sentindo-me tão pequeno ao teu lado, mas engrandecido por te ler...
És Poesia e pronto!
Bjnhs

segunda-feira, 11 maio, 2009  
Blogger pin gente disse...

maduro e sábio corpo que de rubras amoras se alimenta

beijo

quarta-feira, 20 maio, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial